terça-feira, 6 de setembro de 2011

'Adivinhe...'

Gosto de você. Gosto da sensação que você me traz. Do desejo que você desperta em mim. O jeito que você me acolhe em dias quentes e como me deixa com raiva quando a temperatura cai. Também gosto do jeito que você me destrói... Desarruma meu cabelo, bagunça minha franja. E os cheiros que me mostra? Por ora deliciosos por ora péssimos e pútridos... Não posso reclamar do jeito que você afaga a minha face, o tanto de vezes que me faz piscar, o ar que você me tira enquanto me toca. Você também consegue me deixar com vergonha... Encabulado. Mas a minha consideração final é o instinto selvagem que você desperta em mim. A vontade insana de correr sem destino, ou qualquer preocupação que bombardeie minha mente de pensamentos insólitos.



Eu gosto de você, vento.

Um comentário: